13 de mar de 2011

ENTREVISTA DE DOMINGO: Nelson Denker


Bom pai, profissional, prestativo e grande companheiro. Santista, atleta tradicional do Clube dos 30 há muitos anos.
Esse é o perfil de Nelson Denker, mourãoense, contador e professor recém-aposentado da Fecilcam do curso de Economia que é o homenageado desta semana na ENTREVISTA DE DOMINGO.
Denker iniciou sua trajetória profissional em 1967 no escritório contábil Hideo, de Hideo Nagai. Sua carreira de professor começou em outubro de 1978 quando foi contratado para substituir o professor Dr. Rubens Luis Sartori, aprovado em concurso para ser Promotor de Justiça e lecionava a disciplina de Introdução à Economia. Denker recebeu no ano passado emocionante homenagem de diretores, professores e alunos do curso de Economia que comemorou 30 anos na Fecilcam.
As virtudes de Nelson Denker motivaram o reconhecimento e a homenagem aqui na ENTREVISTA DE DOMINGO, que mostra uma parte de sua história pessoal e profissional.
QUEM É NELSON DENKER? Sou nascido em Campo Mourão no dia 22/02/1953, filho de Carlos e Erica Denker. Fui casado de 1977 a 1991 com Odete Denker, que infelizmente faleceu em acidente automobilístico. E de nossa união nasceram os filhos Tássio Eduardo, Tarcisio Ivan e Tarcila Oliane, que foram o esteio e o objetivo de vida. ONDE E COMO FOI SUA INFÂNCIA? Minha infância foi como a da maioria das pessoas daquela época: brincar, caçar passarinhos com estilingue, armar arapuca, etc., sempre em Campo Mourão e no lago azul, onde meu pai trabalhou por alguns anos.
ONDE O SR. ESTUDOU? Minha formação escolar foi em Campo Mourão, estudei o primário no colégio Santa Cruz, o ginásio cursei no Colégio Estadual de Campo Mourão, o curso de técnico em contabilidade no Colégio Comercial Estadual de Campo Mourão.
O Curso de Economia foi em Maringá, na Universidade Estadual de Maringá (UEM) no período de julho de 1974 a julho de 1978, pois na época não havia em Campo Mourão os cursos de Administração de empresas, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas, os quais iniciaram a partir de 1979.
QUAL FOI SUA TRAJETÓRIA PROFISSIONAL? Minha trajetória profissional iniciou em 1967, quando comecei a trabalhar no escritório contábil Hideo, de propriedade do Sr. Hideo Nagai, a quem eu quero agradecer por sua paciência e sua bondade, que muito me ajudou e influenciou em minha vida, na função de cobrador e recolhedor de notas fiscais, com o tempo fui sendo promovido para os serviços internos de escrita fiscal e contabilidade.
Em maio 1972 fui convocado para servir o Exército Brasileiro, tendo servido no Batalhão de Policia do Exercito de Brasilia (PE) até maio de 1973. Em maio d 1973 fui contratado como auxiliar de escritório na Empresa Auto Peças Mourão S.A. tendo rescindido o contrato em 15 de abril de 1974.
E A CARREIRA DE TÉCNICO COMO COMEÇOU? A carreira de técnico em contabilidade iniciou-se como uma seqüência natural para quem trabalhava em escritório de contabilidade. Fui convidado a trabalhar na empresa Teuto Brasil, de propriedade do Sr. Nelson Behrens, logo após a saída da empresa Auto Peças Mourão S.A. onde permaneci até 25 de outubro de 1983, quando me desliguei da empresa pra ingressar na Coamo, onde trabalhei do dia 03/11/1983 ate o dia 02 de maio de 2001, passando por vários cargos e funções.
E A DE PROFESSOR, ONDE TUDO FOI INICIADO? A carreira de professor começou em outubro de 1978 quando fui contratado para substituir o professor Dr. Rubens Luis Sartori, que foi aprovado naquele ano concurso para promotor, o qual lecionava a disciplina de Introdução a Economia, como matéria optativa para os cursos da área pedagógica existentes na instituição, nesta passagem permaneci até fevereiro de 1979.
Em 1979, já no curso de Ciências Econômicas fui chamado para substituir o Professor Mário Carignano, na discplina Introdução a Economia. No dia 01/08/1980 fui contratado para atuar como Professor Assistente, tendo lecionado diversas disciplinas nos cursos de Administração, Contábeis e Economia até o dia 01/03/2011 quando recebi o decreto que me concedeu a aposentadoria. No período de 1983 a 1986, cursei o curso de Especialização em Teoria Econômica, tendo obtido o grau de Aperfeiçoamento, pela Universidade Estadual de Maringá.
No período de 03/2007 a 03/2009, cursei através de Minter – Mestrado Interinstitucional com a Universidade Federal do Paraná mestrado na área de Política de Desenvolvimento, obtendo o Titulo de Mestre em Desenvolvimento Econômico. QUAL O LEGADO QUE FICA APÓS TANTOS ANOS E A HOMENAGEM FEITA RECENTEMENTE? O legado que fica, principalmente após as homenagens recentemente recebidas, e de que valeu a pena a dedicação e a paixão pela sala de aula, que vale apena fazer as coisas com seriedade. COMO ESTÁ ATUALMENTE O ENSINO NOS CURSOS SUPERIORES? O QUE MUDOU EM RELAÇÃO AS DÉCADAS ANTERIORES? O PROFESSOR MUDOU? E O ALUNO TAMBÉM ? O ensino superior, como todas as áreas da atividade humana, evoluiu, é mais exigente, mais seletivo do que nas décadas anteriores, pois hoje ele contempla alem da formação acadêmica a pesquisa e a extensão, por isso, exige muito mais do aluno. Para o professor da mesma forma que para o aluno coisas mudaram muito, e para melhor, pois, o aluno tem à sua disposição muitas informações e meios de pesquisa o que exige do professor cursos de especialização em nível de mestrado e doutorado.
QUEM É PROFESSOR QUE MERECE DESTAQUE?Acredito que todos os professores merecem destaque, pois é uma profissão que exige muita dedicação e aperfeiçoamento constante. Agora, os professores que merecem destaque são aqueles que além do conhecimento transmitem exemplos de ética e de conduta de vida.
QUAL É O PERFIL DE ALUNO QUE OS PROFESSORES MAIS ADMIRAM NA ATUALIDADE? É uma questão subjetiva, eu particularmente prefiro o aluno participativo, que questione quando houver qualquer duvida.
TEM TRAJETÓRIA ESPORTIVA?JOGOU ALGUMA MODALIDADE? QUAL ESPORTE PREFERIDO, TIME E ÍDOLO? Não tenho muita história na área esportiva, apenas disputei alguns campeonatos de futsal. No mais, apenas participo do Clube dos 30 desde 1978, disputando campeonatos internos, bem como funcionário da Coamo, disputei alguns campeonatos Intergerências. Meu esporte preferido é o futebol, e, como bom santista de longa data, meu ídolo é o Pelé.
QUAL O MELHOR TIME QUE JÁ VIU JOGAR? Pela televisão a fantástica seleção do Tri em 1970. Ao vivo, no estádio da Vila Belmiro, a vitoria do Santos sobre o São Paulo por
3 x 0 no dia 18/04/2010.
DESDE QUANTO É APAIXONADO POR CAMPO MOURÃO? Desde o meu nascimento, sempre vivi, trabalhei em Campo Mourão, com exceção do período militar.
O QUE FAZ COMO PASSATEMPO E HOBBY? Gosto de pescar e ler.
O MOMENTO ATUAL DE SUA VIDA É..Meu momento atual é de alegria, por ter conseguido construir uma carreira sólida, mas, também de reflexão, pois agora também é momento de decidir o que fazer em relação ao futuro.
QUAL PROJETO QUE AINDA NÃO REALIZOU E QUE GOSTARIA AINDA DE REALIZAR? Conhecer o Brasil de Norte ao Sul.
QUAL DECISÃO MARCOU A SUA HISTORIA E SUA VIDA? Meu casamento em 1977 com Odete Denker, que durou até 1992, quando infelizmente ela faleceu num acidente automobilístico. Ela foi uma companheira que me deu suporte para as minhas atividades profissionais, me deu os filhos Tássio Eduardo, Tarcisio Ivan e Tarcila Oliane, que foram o esteio e o objetivo de vida.
QUAL DECISÃO OU JOGADA JAMAIS FARIA SE PUDESSE VOLTAR NO TEMPO? Não me arrependo de nenhuma decisão, mesmo que tenha errado muitas vezes, pois o erro nos mostra como melhorar.
CITE TRÊS PERSONALIDADES ESPORTIVAS DE CAMPO MOURÃO? Sérgio Ueda, professor de tênis de mesa; Itamar Tagliari, jogador e treinador de futsal, e Lori que foi goleiro da seleção mouraoense de futsal campeã dos Jogos Abertos.
Na imagem dos JAP`s de 1973: Beline, Ione, Itamar, Lori e Carlão Tagliari. Que timão heim!
CITE TRÊS PERSONALIDADES FORA DO ESPORTE?
Dr. Milton Luis Pereira, Douglas Fabrício e Horácio Amaral.
A CAMPO MOURÃO DO PRESENTE É .... um lugar delicioso para viver, pois tem qualidade de vida muito boa.
A CAMPO MOURÃO DO FUTURO SERÁ!!! Melhor ainda para se viver e trabalhar.
ENTIDADES QUE PARTICIPA ATUALMENTE? Apenas de entidades de lazer, como Clube dos 30 e Adescam. SAUDADES DO QUE OU DE QUEM? De muitas coisas e de muitas pessoas que partilharam de minha vida e que hoje estão distantes.
OS POLÍTICOS SÃO? Não se pode generalizar, pois como em todas as atividades existem os bons e maus profissionais, mas, acho que nossos políticos deveriam ter um preparo melhor, pois se elege, não pela capacidade, mas principalmente pela fama.
A FECILCAM/UEPR É... uma instituição que esta sempre em busca de melhoria, capacitando seu quadro de funcionários (docentes e administrativos)bem como a sua infraestrutura.
A FECILCAM/UEPR SERÁ.... Com o passar do tempo a Universidade Regional de Campo Mourão.
QUAL O SENTIMENTO DE RECEBER ESTA HOMENAGEM? Primeiramente um sentimento de gratidão pelas pessoas que me proporcionaram esta homenagem, também, o sentimento de orgulho, de ter tentado cumprir minha missão com seriedade e dedicação.
A minha impressão é de que a entrevista, tenta mostrar para todos que acessam o blog e passarão a saber, um pouco mais da trajetória de pessoas que fizeram e fazem acontecer fatos que são importantes para a nossa Campo Mourão. (Falo isso, não por mim, mas por todos que tiveram a honra de serem homenageados). QUAL O RECADO PARA OS LEITORES DO BLOG? Façam o que fizerem, façam com seriedade.NOTA DO BLOG - Esta é uma homenagem singela e de valor a uma pessoa, um cidadão, pai de família e profissional a quem, particularmente, tenho um apreço grande e admiração. Poucos sabiam até hoje que Nelson Denker ao lado do também professor Paulinho Borges foram meus primeiros chefes na Coamo no então setor de Análise de Crédito e departamento de Crédito a Associados, quando fui admitido na cooperativa em 9 de outubro de 1984.
Portanto, com orgulho e gratidão, editando e postando esta ENTREVISTA DE DOMINGO vem um filme a mente com uma história bonita iniciada com Nelson e Paulinho, grandes ensinadores e incentivadores. Viva!

4 comentários:

  1. Rogério Luiz Matiuzzi12 de março de 2011 16:11

    Parabens Ilivaldo pela entrevista e em especial ao Grande Professor Denker, da qual fui aluno e continuo sendo amigo desde então.

    Um abraço a voces!!!!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns prof. Denker pela sua caminhada gloriosa, de relevantes serviços prestados em nossa cidade. Deus o abençoe, juntamente com seus familiares!

    Um abraço fraterno!

    Prof. Agnaldo Feitoza

    ResponderExcluir
  3. Parabéns Ilivaldo por mais esta bela e merecida escolha e parabéns especialmente ao meu amigo e mestre Nelson Denker. Já me permiti a publicar na íntegra a entrevista no Blog do Maybuk.

    Sérgio Luiz Maybuk

    ResponderExcluir