18 de ago de 2017

EVANGELHO DO DIA sexta-feira, 18 de agosto 2017

Evangelho (Mt 19,3-12) — O Senhor esteja convosco. — Ele está no meio de nós. — Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus. — Glória a vós, Senhor. Naquele tempo, 3alguns fariseus aproximaram-se de Jesus, e perguntaram, para o tentar: “É permitido ao homem despedir sua esposa por qualquer motivo?” 4Jesus respondeu: “Nunca lestes que o Criador, desde o início, os fez homem e mulher? 5E disse: ‘Por isso, o homem deixará pai e mãe, e se unirá à sua mulher, e os dois serão uma só carne’ 6De modo que eles já não são dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, o homem não separe”. 7Os fariseus perguntaram: “Então, como é que Moisés mandou dar certidão de divórcio e despedir a mulher?” 8Jesus respondeu: “Moisés permitiu despedir a mulher, por causa da dureza do vosso coração. Mas não foi assim desde o início. 9Por isso, eu vos digo: quem despedir a sua mulher – a não ser em caso de união ilegítima – e se casar com outra, comete adultério”. 10Os discípulos disseram a Jesus: “Se a situação do homem com a mulher é assim, não vale a pena casar-se”. 11Jesus respondeu: “Nem todos são capazes de entender isso, a não ser aqueles a quem é concedido. 12Com efeito, existem homens incapazes para o casamento, porque nasceram assim; outros, porque os homens assim os fizeram; outros, ainda, se fizeram incapazes disso por causa do Reino dos Céus. Quem puder entender entenda”. — Palavra da Salvação. — Glória a vós, Senhor.

FÉ, ESPERANÇA, amor e sabor!


A CRUZ SAGRADA seja minha luz - Oração de São Bento


17 de ago de 2017

EVANGELHO DO DIA quinta-feira., 17 de agosto 2017

Evangelho (Mt 18,21–19,1) — O Senhor esteja convosco. — Ele está no meio de nós. — Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus. — Glória a vós, Senhor. Naquele tempo, 18,21Pedro aproximou-se de Jesus e perguntou: “Senhor, quantas vezes devo perdoar, se meu irmão pecar contra mim? Até sete vezes?” 22Jesus respondeu: “Não te digo até sete vezes, mas até setenta vezes sete. 23Porque o Reino dos Céus é como um rei que resolveu acertar as contas com seus empregados. 24Quando começou o acerto, trouxeram-lhe um que lhe devia uma enorme fortuna. 25Como o empregado não tivesse com que pagar, o patrão mandou que fosse vendido como escravo, junto com a mulher e os filhos e tudo o que possuía, para que pagasse a dívida. 26O empregado, porém, caiu aos pés do patrão, e, prostrado, suplicava: ‘Dá-me um prazo! e eu te pagarei tudo’. 27Diante disso, o patrão teve compaixão, soltou o empregado e perdoou-lhe a dívida. 28Ao sair dali, aquele empregado encontrou um dos seus companheiros que lhe devia apenas cem moedas. Ele o agarrou e começou a sufocá-lo, dizendo: ‘Paga o que me deves’. 29O companheiro, caindo aos seus pés, suplicava: ‘Dá-me um prazo! e eu te pagarei’. 30Mas o empregado não quis saber disso. Saiu e mandou jogá-lo na prisão, até que pagasse o que devia. 31Vendo o que havia acontecido, os outros empregados ficaram muito tristes, procuraram o patrão e lhe contaram tudo. 32Então o patrão mandou chamá-lo e lhe disse: ‘Empregado perverso, eu te perdoei toda a tua dívida, porque tu me suplicaste. 33Não devias, tu também, ter compaixão do teu companheiro, como eu tive compaixão de ti?’ 34O patrão indignou-se e mandou entregar aquele empregado aos torturadores, até que pagasse toda a sua dívida. 35É assim que o meu Pai que está nos céus fará convosco, se cada um não perdoar de coração ao seu irmão”. 19,1Ao terminar estes discursos, Jesus deixou a Galileia e veio para o território da Judeia além do Jordão. — Palavra da Salvação. — Glória a vós, Senhor.

EM SETEMBRO, O 10º Festival de Música Católica Cristo é Nosso Show

o 10º Festival de Música Católica Cristo é Nosso Show será realizado no dia 16 de setembro, um sábado, no Teatro Municipal de Campo Mourão, a partir das 13h30,  A promoção é da Associação de Evangelização Cristo é Nosso Show, com apoio do Município de Campo Mourão, por meio da Fundação Cultural (Fundacam) – Lei de Incentivo à Cultura, do Santuário Diocesano Nossa Senhora Aparecida e da Rádio Musical FM. As inscrições são gratuitas, e serão premiados participantes de primeiro a terceiro lugar, nas categorias adulto (sem limite de idade) e infantil (até 14 anos). A entrada será gratuita, com doação de um quilo de alimento não perecível para o Provopar. Os convites devem ser retirados no Santuário Diocesano ou com a Comissão Organizadora.
O principal objetivo do evento é promover e divulgar novos talentos, bem como despertar a sensibilidade musical no público participante, atendendo suas necessidades sócio culturais através das práticas musicais. Também é proporcionado a comunidade um evento popular, de forma gratuita, com princípios de revitalização de convivência familiar.
As premiações serão as seguintes: categoria infantil – 1º lugar: R$ 1.000,00 (um mil reais) e troféu, 2º lugar – R$ 600,00 (seiscentos reais) e troféu e 3º lugar – R$ 400,00 (quatrocentos reais) e troféu; e categoria adulto – R$ 1.500,00 (um mil e quinhentos reais) e troféu, 2º lugar – R$ 700,00 (setecentos reais) e troféu e o 3º lugar – R$ 500,00 (quinhentos reais) e troféu. Serão quesitos de avaliação a presença de palco, o ritmo, a harmonia, a letra, a melodia, a expressão corporal, a afinação e o traje.
Outras informações sobre o evento, o regulamento e a ficha de inscrição já podem ser obtidos no site www.cristoenossoshow.com.br ou através do fone (44) 3525-2932, no Santuário Diocesano Nossa Senhora Aparecida, com a Gislaine.

16 de ago de 2017

EVANGELHO DO DIA quarta-feira, 16 de agosto 2017

Evangelho (Mt 18,15-20) — O Senhor esteja convosco. — Ele está no meio de nós.— Proclamação  do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus. — Glória a vós, Senhor. Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 15“Se teu irmão pecar contra ti, vai corrigi-lo, mas em particular, à sós contigo! Se ele te ouvir, tu ganhaste o teu irmão. 16Se ele não te ouvir, toma contigo mais uma ou duas pessoas, para que toda a questão seja decidida sob a palavra de duas ou três testemunhas. 17Se ele não vos der ouvido, dize-o à Igreja. Se nem mesmo à Igreja ele ouvir, seja tratado como se fosse um pagão ou um pecador público. 18Em verdade vos digo, tudo o que ligardes na terra será ligado no céu, e tudo o que desligardes na terra será desligado no céu. 19De novo, eu vos digo: se dois de vós estiverem de acordo na terra sobre qualquer coisa que quiserem pedir, isto vos será concedido por meu Pai que está nos céus. 20Pois onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome eu estou ali, no meio deles”. — Palavra da Salvação. — Glória a vós, Senhor.